Warning: fopen() has been disabled for security reasons in /home/storage/0/3f/f3/maybe/public_html/blog/wp-includes/pomo/streams.php on line 109
Maybe Not » Por uma relação mais verdadeira no espetáculo do futebol
Por uma relação mais verdadeira no espetáculo do futebol
10 de May de 2012 – 14:04 | 4 Comentários

Nada contra o merchandising, longe disso. Mas acho que a Brahma poderia explorar de maneira muito menos grotesca do que essa. Estampar a logomarca na bandeira estendida pela torcida de forma a chamar mais à …

Leia todo o texto »
Cultura

Economia

Mídia

Política

Tecnologia

Home » Cultura

Por uma relação mais verdadeira no espetáculo do futebol

Submitted by Diogo on 10 de May de 2012 – 14:044 Comments
Por uma relação mais verdadeira no espetáculo do futebol

Nada contra o merchandising, longe disso. Mas acho que a Brahma poderia explorar de maneira muito menos grotesca do que essa. Estampar a logomarca na bandeira estendida pela torcida de forma a chamar mais à atenção do que ao próprio Flu ?

Não gosto e acho errado! Só seria justificado se tivesse um contrato fechado de patrocínio com a referida torcida. Mas, aí valeria uma nota oficial explicando o caso. Mesmo assim, o tamanho de exposição deve ser referente ao valor investido  e não creio que a Brahma gaste tanto assim e nem que será divulgado este montante.

Aí a gente encaminha ao outro problema: instituições privadas que lidam com patrimônio, digamos, cultural e, portanto, público. Pois o futebol brasileiro é patrimônio cultural e é gerido pela CBF. E o que é a CBF? Uma entidade privada que escolhe aqueles que representarão o Brasil em uma competição esportiva.

E o que é uma torcida organizada? Uma pessoa jurídica de direito privado, portanto uma entidade privada. Lembrando que a associação de torcedores, não precisa estar legalmente constituída para ser uma agremiação de fato.

Ambas, as entidades são capazes de agir por proveito próprio. Inclusive se elas se sentirem ameaçadas, defender-se-ão. É da natureza das coisas. E muitas vezes essa defesa ataca aquele que é a razão de ser do espetáculo: o público.

4 Comentários »

Leave your response!

Add your comment below, or trackback from your own site. You can also subscribe to these comments via RSS.

Be nice. Keep it clean. Stay on topic. No spam.

You can use these tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

This is a Gravatar-enabled weblog. To get your own globally-recognized-avatar, please register at Gravatar.